domingo, 11 de abril de 2010

Cachorro de duas cabeças!

   A obra-prima científica do cirurgião Vladimir Demikhov foi revelada ao mundo em 1954. Em um dos laboratórios secretos criados por Joseph Stalin, para pôr a União Soviética na dianteira das pesquisas médicas, Demikhov realizou o implante de metade de um cão pequeno no pescoço de um maior, criando uma aberração, um cão com duas cabeças.
   Mas esse repulsivo experimento fazia parte das pesquisas do cirurgião relativa ao transplante de órgãos, que ele vinha desenvolvendo desde os anos 1930. Na verdade, Demikhov foi um pioneiro nessa área e suas experiências prepararam terreno para a realização desse tipo de transplante de órgãos em seres humanos, mostrando as principais questões que deveriam ser enfrentadas pela medicina nestes casos, como a rejeição dos órgãos pelo corpo receptor.

Fonte: [hsw]

Subscribe
TwitterFeedsPerfil no OrkutBuzz

Nenhum comentário:

Postar um comentário