segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Fatos sobre a ressaca

Os sintomas são inconfundíveis: a cabeça pesa como se estivesse apertada por um daqueles círculos de ferro usados em torturas medievais. Dói especialmente na nuca, nas têmporas e na testa. A luz do dia fere nossos olhos e qualquer barulho retumba dentro do cérebro. Na boca, um gosto amargo. Não queremos fazer nada, apenas fechar os olhos, quietos, deixando o tempo passar. É a ressaca, um mal-estar generalizado provocado pelo excesso de bebida alcoólica.

Segue então uma lista com sete coisas que você precisa saber sobre ressaca:

1) Não tem cura
Você pode tratar os sintomas, mas algumas vezes a 'solução' é pior que o problema, já que para passar a dor de cabeça você, invariavelmente, vai tomar algum remédio que irá irritar ainda mais seu estômago já estragado.

2) Ressaca pode ser evitada
Se você espera beber muito em uma balada, que pelo menos, coma bem antes. A comida no estômago vai fazer com que a absorção do álcool seja mais lenta. Além disso, alterne bebida alcoólica com água (ou suco natural), já que seu corpo vai sofrendo desidratação com o prolongar do porre. Evite bebidas com cafeína, como refrigerantes.

3) Café não cura ressaca, nem faz ficar sóbrio
Ele não só pode piorar a desidratação como pesquisas recentes mostraram que a cafeína dá a sensação de recuperação ao bêbado, mas seus sentidos e reflexos ainda estão bem afetados, logo a pessoa se sente confiante o bastante para dirigir, por exemplo, e pode se dar muito mal.

4) Algumas bebidas dão uma ressaca pior que a outra
Ressaca de uísque é duas vezes pior que a de vodca. Especialistas que disseram que o vinho tinto, o rum, o brandy e o uísque são os piores causadores de males do dia seguinte. Nunca se deve misturar bebidas porque aí o estrago é grande.

5) Doces não ajudarão
Alimentos com alta concentração de açúcares podem dar alívio momentâneo, mas os sintomas voltam depois piores do que estavam. O nível de glicose no corpo deve subir gradualmente e de modo devagar.

6) Tamanho pode ser documento
Reza a lenda que quanto maior e mais gorda for uma pessoa, mais álcool consegue aguentar. Isso pode ser verdadeiro em alguns casos, mas a teoria está mais relacionada à quantidade de água no corpo (que influenciará na concentração de álcool) do que à gordura em si. O que se sabe é que pelos homens possuírem mais água que as mulheres, conseguem aguentar mais doses.

7) Ressaca tem prazo de validade
O tempo em que seu corpo vai voltar totalmente ao normal (imaginando que você se absteve de qualquer coisa alcoólica depois do seu porre) é de até 24 horas depois da farra.

[BONÛS] O truque da torrada queimada na manhã seguinte:

O carbono na parte queimada da torrada filtra as impurezas (compostos) presentes na bebida alcoólica. De fato, uma das maneiras de tratar a intoxicação pelo álcool em um Pronto Socorro é a ingestão de compostos de carvão pela mesma razão. A torrada queimada é uma versão muito mais leve do mesmo remédio.

CRÉDITOS: [Terra] - [BoaSaúde] - [BHServico]

Um comentário:

  1. Parabéns pelo blog.
    Gostei das dicas sobre a ressaca.
    Abraço

    http://mundo4rodas.blogspot.com

    ResponderExcluir