sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Ele não estava morto - só andava meio falecido


  A polícia de Big Sandy, no Texas (EUA) recebeu um chamado na última sexta. O cara reclamava do mal cheiro vindo do apartamento da irmã dele.
  A polícia foi até lá e descobriu que estava tudo relativamente bem com a irmã do sujeito, se não fosse por um detalhe – havia um cadáver no sofá.
  O corpo era de William Drake, de 50 anos. Pelo estágio de decomposição, os investigadores imaginaram que ele estava morto há pelo menos uma semana. Para a namorada, o problema era bem mais simples. Ela dizia que ele simplesmente não queria deixar o apartamento.
  Os dois moravam juntos fazia dez anos e Drake, segundo a polícia, interrompeu um tratamento de diálise que vinha fazendo e morreu de causas naturais.
  A mulher, que já havia sido internada uma vez por problemas mentais, voltou pro pinel.

Fonte: [R7]

FEED
Receba por e-mail!
Twitter Button from twitbuttons.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário