quarta-feira, 2 de setembro de 2009

TOP 05 - Curiosidades sobre a pornografia

5 - Pornografia diminui a criminalidade
Contrariando o que muitas pessoas dizem, os países com mais fácil acesso à pornografia hardcore têm as mais baixas taxas de criminalidade do mundo. Um bom exemplo disso é o Japão, onde um estudo realizado em 1995 constatou que “apesar do grande aumento na disponibilidade de pornografia, não só houve diminuição em crimes sexuais como no número de delinquentes juvenis, que baixou significativamente”.
4 - Pornografia x Grupos não-governamentais
Existem dois grupos não-governamentais que se opõem à pornografia: religiosos e feministas. Ambos afirmam que a pornografia pode ser viciante e as feministas a consideram humilhante para as mulheres. Do lado do grupo religioso, a Igreja Católica considera que a apreciação de pornografia é uma “ofensa grave”, que leva à perdição.
3 - Dá dinheiro (apenas para mulheres)
A maioria dos astros pornôs ganham entre US$ 50 e US$ 1500. Eles são pagos por cena (e não por hora) e geralmente não são pagos royalties. Por outro lado, as mulheres podem fazer até um quarto de milhão de dólares por ano. Algumas se tornam tão ricas, que aposentam-se ainda jovens.

2 - Internet is for porn
O número total de sites pornográficos chega a 4,2 milhões neste momento. Isso totaliza cerca de 270 milhões de páginas pornôs individuais. Em uma base diária, existem cerca de 68 milhões de pedidos de pesquisa pornô e 2,5 bilhões de e-mails spam pornográficos. Vinte por cento dos homens admitem ver pornografia no trabalho durante a semana, enquanto apenas treze por cento das mulheres admitem o mesmo.
1 - Fluffer: um funcionário sem igual
Muita gente não sabe, mas nos primórdios da indústria do cinema pornô, existia uma função tão importante quanto a dos atores. Era os “fluffer”, responsável por “despertar” os atores do sexo masculino antes de filmar. Eles executavam atos sexuais com os atores e precisava mantê-los “limpos” entra uma cena e outra. Embora os fluffers tenham perdido espaço para drogas, como o Viagra, alguns estúdios ainda utilizam-nos, especialmente nas cenas estilo “gang bang“.





FEEDO Pablito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário