quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Esportivo raro da Willys é resgatado pela Ford


Um raro esportivo nacional (com apenas 300 km rodados), projetado e fabricado pela Willys no Brasil, chamado Capeta, foi resgatado em julho deste ano pela Ford do Museu Paulista de Antiguidades Mecânicas, também conhecido como Museu de Caçapava, no interior de São Paulo, junto com três modelos antigos (estes importados) da marca americana. Entre as raridades estavam também um exemplar Overland de 1906, um Willys Whippet 1928 Double Phaeton e um Willys Knight 1929.

Os veículos haviam sido restaurados antes de serem cedidos em comodato ao museu no fim dos anos 60, mas com a morte de Roberto Lee, seu fundador, o local foi abandonado pela família. Os carros ficaram largados, sem manutenção e tiveram parte de seus componentes e equipamentos furtados. Só agora, depois de 12 anos de discussões e de recurso à Justiça, a herdeira do espólio concordou em devolver os carros ao seu dono original.

Os automóveis encontram-se agora sob os cuidados do Museu do Automóvel de Brasília, a quem a Ford cedeu os veículos, que vai buscar apoio financeiro para restaurá-los e mantê-los em exposição.

Segundo Roberto Nasser, curador do Museu de Brasília, esse raro e único Willys Capeta, foi o primeiro automóvel totalmente projetado e construído no Brasil. Era um modelo Gran Turismo, com carroceria em fibra de vidro. O automóvel foi apresentado ao público no Salão do Automóvel em 1964, ainda no Parque do Ibirapuera, em São Paulo.


FEEDO Pablito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário